quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Empresa que deixou de contratar pessoas com deficiência é condenada por dano moral coletivo, também!


Empresa que deixou de contratar pessoas com deficiência é condenada por dano moral coletivo, também!
Amigos,
o Colegiado da 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais(TRT-3) confirmou decisão de que a empresa que deixa de contratar pessoas com deficiência ou reabilitados causa dano a coletividade.
Segundo o Relator do Processo não contratar pessoas com deficiência:
"Trata-se de dano objetivo, sendo suficiente, para sua configuração, a prova da conduta contrária ao conjunto de valores da comunidade para que, ipso facto, reste caracterizado o dano moral coletivo".

A noticia completa está no link ao sítio do TRT-3.
http://as1.trt3.jus.br/noticias/no_noticias.Exibe_Noticia?p_cod_noticia=8032&p_cod_area_noticia=ACS
Em diaNotícias as1.trt3.jus.br
Quando a empresa deixa de preencher a reserva legal de vagas destinadas às pessoas reabilitadas ou portadoras de deficiências, mesmo que o faça depois do ajuizamento de ação civil pública contra ela, viola a Lei nº 8.213/91 e a...


Technical Director at Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência-SEDPcD
São Paulo e Região, Brasil
linkedin

Nenhum comentário:

Mara Gabrilli eleita para Comissão da ONU sobre Direitos das Pessoas com...

Publicado em 12 de jun de 2018 Deputada federal do estado de São Paulo, no Brasil, Mara Gabrilli, recebeu 103 votos para integrar o ...