quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Queremos, temos direito a escolas e laboratórios especiais

Tempos de alta tecnologia a favor do idoso e da pessoa com deficiência

Podemos acreditar em mudanças drásticas a favor das pessoas com deficiência e idosos? Sim, se tivermos dinheiro e pudermos visitar, descobrir e pagar pelas novidades que surgirão em poucos anos no mundo realmente desenvolvido.
Poderia ser diferente?
Sim, principalmente se criarmos centros especializados de pesquisa e desenvolvimento de soluções no Brasil.
Existe dinheiro? Muito, é só existir vontade política.
Onde?
Via encargos, taxas e impostos sobre serviços e produtos essenciais, entre outros, existem recursos dedicados à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico no Brasil [(O que são os fundos de C&T), (Portal de Financiamento) e (Programas)]. A questão é motivar, convencer, lutar pela utilização dessa montanha de dinheiro a favor do povo em projetos realmente eficazes e que propiciem um padrão melhor de vida do contribuinte.
Vimos no livro (Saga Brasileira, A longa luta de um povo por sua moeda, 2011) que o Brasil transferiu fábulas de dinheiro a grupos econômicos mais “espertos” via Banco do Brasil desde sua criação. Gente poderosa sempre foi capaz de criar lobbies e manter prepostos em lugares estratégicos da Corte.
Felizmente evoluímos e agora podemos escrever, falar, divulgar análises e opiniões. Graças à liberdade de expressão e às facilidades da Tecnologia temos como divulgar e informar pessoas capazes de mudar nosso país.
Temos propostas, talvez menos sofisticadas do que as colocadas no plano estratégico atual (IV-Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social ), mas extremamente importantes para os idosos, às pessoas com deficiência e àquelas com doenças debilitantes. Isso significa atender pelo menos vinte por cento da população brasileiras e, paralelamente, a criação de produtos e soluções que certamente enriquecerão enormemente nossa indústria, produtos e serviços.
Precisamos, contudo, de algo mais.
O MCTI está criando mais institutos:
“O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) terá em breve mais quatro novos institutos de pesquisa em sua estrutura. A afirmação é do subsecretário de Coordenação das Unidades de Pesquisa (SCUP/MCT), Arquimedes Diógenes Ciloni. “Existe um projeto de lei no Congresso Nacional para a vinculação de novos institutos no escopo do ministério. Atualmente, temos 18 ligados à pasta. Outra meta que temos é tornar o recém-criado Cemaden (Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) também como instituto”, adiantou.
O subsecretário disse que a matéria que tramita no legislativo federal propõe a reconfiguração dos institutos nacionais do Pantanal, da Mata Atlântica, das Águas e, ainda, o Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene) como entidades vinculadas ao MCT. “Hoje, temos 18 unidades. Em breve teremos 22. Depois trabalharemos para tornar o Cemaden como unidade vinculada. Mas, para isso, precisamos esperar um período de maturação até que tenha estrutura adequada”, informou.
Ou seja, não seria o momento da formação de institutos dedicados aos idosos e às pessoas com deficiências?
Que tal a formação também de escolas técnicas e universidades especiais para melhor atender nossa população (Dilma anuncia criação de universidades e unidades de institutos federais , 2011)? Elas poderão ajudar muito no trabalho de educação e treinamento para a inclusão da PcD e, mais ainda, parte delas vir a ser polos de pesquisa e desenvolvimento de soluções para todos nós, dedicando-se, por exemplo, à pessoa com deficiência.
Por quê a dedicação?
Se por lei de formação algumas dessas unidades de ensino e P&D forem exclusivas para pessoas com deficiência(s) seus mestres e doutores não poderão escapar de planos e padrões de ensino e pesquisa a favor da PcD, principalmente. A inclusão universal é uma utopia e só será possível quando, graças a próteses e outros recursos, o cidadão tiver mobilidade, capacidade de comunicação e segurança independentes de sua condição física, sensorial e/ou intelectual e do próprio ambiente.
Se o Brasil tem recursos, vamos usá-lo para o aprimoramento da vida do seu povo.

Cascaes
5.10.2011

IV-Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social . (s.d.). Fonte: MCTI: http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/73413.html
Leitão, M. (2011). Saga Brasileira, A longa luta de um povo por sua moeda. Rio de Janeiro: Editora Record.
Portal de Financiamento. (s.d.). Fonte: MCTI - Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação: http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/724.html?execview=
Programas. (s.d.). Fonte: CNPq: http://www.cnpq.br/programas/index.htm
Social, A. d. (16 de 08 de 2011). Dilma anuncia criação de universidades e unidades de institutos federais . Fonte: Educação: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=16972

Nenhum comentário:

Isenção na compra de carros - novas regras - solicitação via internet

http://www.forumcarros.com.br/index.php?/topic/9538-sisen-para-pcd/ http://radardabahia.com.br/noticia/39286,novas-regras-deficientes-ago...